Publicado por: blogdamariazinha | 02/10/2012

Breve resumo das condenações do Mensalão

O placar da votação do mensalão anda altamente desfavorável aos mensaleiros. Grande maioria foi condenada até o momento. Amanhã começa um momento importante com o julgamento dos cabeças do esquema: José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares.

No dia de ontem foi encerrada mais uma etapa – a quarta – do julgamento do Mensalão. Nessa “rodada” foram condenados mais 12 pessoas.

A lista é a seguinte:
Condenados por corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro: Pedro Correa, João Cláudio Genú, Valdemar da Costa Neto e Jacinto Lamas.

Condenados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro: Pedro Henry, Bispo Rodrigues, Roberto Jefferson, Romeu Queiróz e Emerson Palmieri.

Condenado por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro: Enivaldo Quadrado.

Condenado por Lavagem de dinheiro: Breno Fischberg.

Condenado por corrupção passiva: José Borba. No caso dele resta um empate de 5 x 5 entre os ministros para o crime de lavagem de dinheiro. A forma como isso se resolverá será definida – como eventuais outros empates – após o fim do julgamento.

Absolvidos do crime de formação de quadrilha (apesar de condenados por outros, conforme lista acima): Breno Fischberg e Pedro Henry.

Absolvido de todas as acusações: Antônio Lamas.

Vale lembrar das condenações anteriores, para que tenhamos um quadro mais completo do julgamento até esse momento.
Na primeira parte do julgamento foram condenados Ramon Hollerbach, por corrupção ativa e peculato, Cristiano Paz, por corrupção ativa e peculato, Henrique Pizzolato, por corrupção passiva, peculato e por lavagem de dinheiro, Marcos Valério, por corrupção ativa e peculato, e João Paulo Cunha, deputado federal pelo PT de São Paulo, ex-presidente da Câmara dos Deputados, por corrupção passiva e peculato.

Na segunda parte do julgamento foram condenados os membros da cúpula do Banco Rural na época do escândalo do Mensalão. São eles: Kátia Rabello, ex-presidente do banco; José Roberto Salgado, ex-vice-presidente operacional do banco, e Vinícius Samarane, ex-diretor de controle interno e atual vice-presidente do banco. Todos condenados por gestão fraudulenta de instituição financeira. A ex-vice-presidente do banco, Ayanna Tenório foi absolvida.

Na terceira parte do julgamento foram condenados por unanimidade os seguintes mensaleiros: Marcos Valério, Cristiano Paz, Ramon Hollerbach e Simone Vasconcelos, todos da SPM&B; e o pessoal do Banco Rural: Kátia Rabello e José Roberto Salgado. Já o mensaleiro do Banco Rural, Vinícius Samarane, foi condenado por 8 x 2, mesmo placar com que foi condenado o mensaleiro Rogério Tolentino, que era advogado de Marcos Valério na SMP&B. Só conseguiram se livrar da condenação a senhora Ayanna Tenório, do Banco Rural, e Geiza Dias, que era funcionária da SPM&B.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: