Publicado por: blogdamariazinha | 27/09/2012

Mais uma obra (virtual) para o ES em discussão: agora o Superporto

Quem espera sempre alcança? Sei não. Nessa relação com o governo federal e agora com o governo estadual muitos capixabas podem terminar como o “cidadão” aí da imagem. Uma vergonha esse promessismo de mero interesse eleitoral.

Os governos federal, estadual e municipais têm se esmerado ao longo desse processo eleitoral em ficar prometendo coisas e mais coisas, obras e mais obras, realizações e mais realizações, como se tudo fosse para “logo mais”, quando, na verdade, são projetos que demandam anos e anos de maturação, mesmo quando bem concebidos, projetados, articulados os financiamentos e realizados, o que, raramente é o caso.

Os capixabas tem sido vítimas desse virtualismo obreiro governamental. Tanto por parte do governo estadual, quanto por parte das prefeituras. Do governo federal não é nem preciso falar, pois é uma coisa já sobejamente conhecida o promessismo desse em relação ao Espírito Santo. Promessismo, diga-se, que não sai do lugar, fica só nas promessas mesmo.

Breve lista das promessas não cumpridas do governo federal para o Espírito Santo: BR 101 (duplicação, cadê?), BR 262 (duplicação, cadê?), ampliação do calado e obras do Porto de Vitória (cadê?), Aeroporto de Vitória (ampliação e nova pista, cadê?).

O governo do senhor Renato Casagrande pegou o jeito do promessismo petista e se esmerou em fazer promessas e mais promessas. Todas muito bonitas, as maquetes virtuais são um espetáculo.

Breve lista das promessas em aguardo (sejamos condescendentes com o senhor governador, afinal ele “só” está no cargo há um ano e nove meses): quinta faixa na Terceira Ponte, Quarta Ponte, Túnel, retorno do Aquaviário, R$ 3 bilhões em obras viárias na Grande Vitória, obras do Rio Marinho, hospitais variados etc. Tudo isso sempre com maquetes.

Agora, bem perto das eleições, volta a se falar no Superporto ou porto de águas profundas. Tal qual um chamariz promete-se ainda para outubro a definição do local da obra (entre Praia Mole e Ponta da Fruta), que o tal superporto terá oito berço e custará R$ 3.000.000.000,00 (três bilhões de reais).

Prometem assim, como quem vai a feira ou troca de camisa. Cumprir é outra coisa. Pelo andar da carruagem de todas as promessas que esses governos já fizeram aos capixabas – e esse é um projeto do governo federal (ixiiii) com o governo estadual – podemos esperar por muitos e muitos anos, o melhor, como diz o ditado, é “esperar sentado”, assim não cansamos ao menos de esperar, porque de promessas os capixabas já estão cheios.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: