Publicado por: blogdamariazinha | 23/08/2012

Com vandalismo e abuso trabalhadores da construção civil perdem a razão

Impedindo o direito de ir e vir: um dos absurdos de ontem.

Realmente o que alguns trabalhadores da construção civil fizeram ontem foi um absurdo, fiquei chocada.

Evidente que respeito o direito de greve previsto em nossa Constituição e penso que é uma das formas possíveis que os trabalhadores têm para fazer pressão em qualquer processo de negociação. Da qual, penso também, não se deve abusar da utilização sob pena de comprometer qualquer apoio da sociedade as causas que se busca defender.

O direito de greve, no entanto, deve se coadunar com o direito de ir e vir e com o direito à propriedade, além do respeito à integridade física do ser humano. Tudo isso foi desrespeitado no dia de ontem. Um ato, na verdade vários, abusivo que merece o repúdio de todos aqueles que defendem a democracia e o estado de direito democrático.

Segundo leio nos jornais de hoje, A Gazeta e A Tribuna, além de bloquearem a Avenida Reta da Penha por cerca de três horas, das 10h às 13h, impedindo pessoas de ir e vir e cumprir seus compromissos, entre os quais A Gazeta destacou o caso de duas jovens que perderam a oportunidade de fazer inscrição em um concurso público, que tinha como último dia a data de ontem.

Fizeram mais os trabalhadores, também destruíram ambientes da Casa Cor, espalhando tinta pelo chão, em móveis e em dois aparelhos de TV, além de arrancarem pisos do chão, bem como invadiram o canteiro de obras da construção da sede da Ecosoft, onde além de quebrar o tapume e danificar equipamentos, causando um prejuízo estimado em R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), ainda agrediram o sócio-proprietário da empresa responsável pelas obras, que precisou de atendimento médico.

Tudo isso, ao meu juízo, deve ser apurado e os responsáveis punidos. Não é possível sair por aí fazendo o que se quer, com agressão física de pessoas, perdas irreparáveis de compromissos e destruição de propriedades, sem que nada aconteça. Esperemos que a Polícia e o Ministério Público tomem as devidas providências para punir esses abusos, de outro modo estaremos incentivando todas as categorias em greve a fazer o que quiserem e isso é inadmissível para o nosso democrático convívio em sociedade.

Destruindo propriedade: outro absurdo de ontem.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: