Publicado por: blogdamariazinha | 16/08/2012

Até quando os governos federal, estadual e municipais, vão querer viver no mundo do promessismo?

Aqui a maquete virtual do “Novo Hospital Infantil”, apenas um pequeno exemplo do que falo nesse post, que já foi anunciado várias vezes e tem prazo para ficar pronto só em 2016.

Realmente estou de saco cheio – cheio não, lotado – dessa conversa fiada de governos, seja, principalmente, o federal, mas também o nosso governo estadual e inúmeros governos municipais – que ficam a anunciar obras e mais obras, mostrando maquetes e mais maquetes virtuais e nada acontece.

O jornal A Tribuna de hoje é um exemplo disso. Da página 2 até a página 10 são matérias e mais matérias falando sobre tudo que vai acontecer em 3, 4, 5 ou mais anos. Evidente que o erro não é do jornal. Cumpre com a sua função de noticiar e apresentar aos cidadãos aquilo que os governos estão fazendo ou prometendo.

Mas que é muita conversa fiada e repetição de divulgação de promessas por parte dos governos isso lá é. Quantas vezes já foi anunciado o novo hospital infantil? Quantas vezes já se falou sobre as obras de ampliação do Aeroporto de Vitória? Quantas vezes já se prometeu a construção da Quarta Ponte ligando Vitória ao continente? Quantas vezes já se falou sobre a duplicação da BR 262 ou da BR 101 ou da ampliação do Porto de Vitória, inclusive com o aumento de seu calado?

Não sei não, mas tudo isso me cheira somente e tão somente a promessismo virtual eleitoral. Tudo isso me parece, mais uma vez, declarações de intenções que não tem base real em estudos técnicos, projetos, financiamento e tudo mais.

Não é a toa que tudo é colocado no condicional. O prazo previsto para conclusão é o ano tal, mas depende disso e daquilo e daquilo outro. O problema é que o disso e o daquilo acabam não acontecendo e ficamos só na expectativa.

Enquanto isso verificamos que nossas notas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) são ruins, constatamos que o serviço do Corpo de Bombeiros Militar é prejudicado até por falta de hidrantes, que o sistema de saúde é bastante precário, que a mobilidade urbana é imóvel, ou quase, e que a insegurança pública prevalece. Até quando essa demagogia irá continuar? Até quando a palavra de boa parte dos agentes políticos será algo apenas “para inglês ver”?

Acho que a imprensa, além de anunciar as promessas governamentais deveria fazer sempre um histórico delas. Quando foi anunciada a primeira vez, qual o prazo original e o desenrolar de tudo isso.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: