Publicado por: blogdamariazinha | 23/04/2012

Sobre a Operação Lee Oswald em Presidente Kennedy

Esse é o senhor Reginaldo Quinta, prefeito preso - junto com outras 27 pessoas - de Presidente Kennedy. O esquema abusado, abusivo e absurdo, tinha até uma abelha rainha. Fala sério. Punição dura neles todos.

Duas questões me chamam a atenção nesse grotesco caso de corrupção no município de Presidente Kennedy.

A primeira, e muito óbvia, diz respeito à enorme quantidade de dinheiro envolvida nesse roubo “a luz do dia” que estava sendo perpetrado. É gritante e absurdo como essa gente roubava aos borbotões.

Segundo: Como só agora vieram a descobrir essas coisas, se as evidências são pra lá de existentes há muito, muito, tempo? Muitos jornalistas, já de longa data, fazem denúncias e mais denúncias sobre a gestão daquele município. Algum tempo atrás um secretário da cidade foi encontrado, no carro da prefeitura, com mais de cem mil reais em dinheiro vivo. O professor Roberto Simões, comentarista da Rádio CBN, que muito gosto de ouvir, já falou várias vezes sobre a questão das disparidades existentes em Presidente Kennedy. Onde foi parar um projeto – que já comentei aqui – do Ministério Público do Estado do Espírito Santo, iniciado, muitos anos atrás, pelo Promotor de Justiça Leonardo da Costa Barreto, para acompanhamento da aplicação dos royalties, exatamente por aquele município?

Como diante disso tudo, e muito mais, só agora se chega a essa organização criminosa? Por onde anda o Promotor de Justiça daquela cidade? Por onde anda o Juiz daquela cidade? Por onde andam os cidadãos de bem naquela cidade? Não adianta perguntar pelo Poder Legislativo da cidade, pois como a Operação Lee Oswald mostrou ele estava dentro do esquema de corrupção.

Esperemos que as punições sejam expedientes e que esse bando de criminosos não possa reassumir, em pouco tempo, as funções públicas que exerciam na cidade, no caso dos servidores e agentes políticos envolvidos, nem os negócios que mantinham com o poder público, no caso dos empresários envolvidos.

Mais uma vez se coloca a necessidade de se ampliarem, fortalecerem, atualizarem, qualificarem e tudo o mais, os mecanismos de controle sobre as administrações públicas e as suas relações com entidades privadas.

Essa dinheirama toda proporcionada pelos royalties de petróleo precisa ser muito bem acompanhada, em todos os municípios que a recebem, para que esse tipo de comportamento não vire o padrão, se é que já não é assim.

São por coisas assim, que a defesa capixaba dos recursos dos royalties e até mesmo do FUNDAP se enfraquecem. Como sustentar a importância desses recursos, se existem desvios dessa magnitude?


Responses

  1. Prezada Mariazinha:

    Continuamos com a péssima mania de chegar sempre após a porta arrombada…

    bjs.

    Leonardo da Costa Barreto


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: