Publicado por: blogdamariazinha | 02/04/2012

Até escolas os marginais estão cercando, e o tal Estado Presente está presente onde?

Essa é a EMEF Eurides Gabriel, em Campo Belo I, Cariacica, que foi palco de assassinato, cerco por marginais e terror para seus alunos, funcionários e professores. Onde está o tal Estado Presente?

A degradação da situação da segurança pública é mais que evidente em nosso estado. Os toques de recolher, os assaltos em plena luz do dia ou na calada da noite, os assassinatos violentos, tudo isso e muito mais acontece, se multiplica e o que vemos, melhor, não vemos nem sentimos, é a presença do aparelho se segurança pública em ação.

Na última quarta-feira, dia 28 de março, um jovem foi ferido e outro assassinado dentro da quadra da Escola Municipal de Ensino Fundamental Eurides gabriel, em Campo belo I, Cariacica.

Dois dias depois, sexta-feira, 30 de março, a escola – com seus alunos, funcionários e professores – foi cercada por marginais. A escola foi avisada por meio de um telefonema, as 9 horas da manhã, que todos os alunos deveriam ser liberados.

Instaurou-se, claro, o pânico na escola. Professores trancaram as salas de aula e ficarm todos recolhidos na escola, qual num campo de concentração, amedrontados ao extremo. Temendo pelo pior.

Vale dizer que na quinta-feira, dia 29 de março, o comércio do bairro já havia ficado fechado por causa de um toque de recolher ordenado pelos traficantes.

A isso chegamos. Situações absurdas como essas repetem-se, de variadas formas. O cidadão de bem, honesto, trabalhador e cumpridor dos seus deveres – inclusive pagando os vultosos impostos – é a toda hora achincalhado nos seus mais básicos direitos. Direito à vida, direito de ir e vir, direito à propriedade.

A pergunta evidente, que merece respostas claras e não retórica vazia e/ou discursos repletos de incoerências, apesar do palavriado difícil, é o que faz o aparelho de segurança pública? Os cidadãos deveriam, isso sim, entrar com ações na Justiça cobrando dos poderes públicos – tão ágeis em nos cobrar impostos, contribuições e taxas – que ele faça a sua parte e nos garantam os direitos constitucionais que temos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: