Publicado por: blogdamariazinha | 30/03/2012

Uns vereadores de m…. que legislam em causa própria e desqualificam cidadãos

Esse é o senhor Aloísio Santana, o vereador descarado que além de se autobeneficiar com o absurdo aumento culpa os eleitores pelos problemas de falta de ética na política. Deveria junto com outro vereador - Jamir Malini - ser processado pelo MPES.

Nojo, asco, vergonha, foi isso que senti quando li na capa do jornal A Gazeta de hoje as declarações de dois vereadores da Serra defendendo o absurdo aumento de 61% que os vereadores daquela cidade se concederam na última quarta-feira.

Os dois detestáveis e desprezíveis edis são acompanhados na matéria da página 21 por outros dois do mesmo quilate. Os citados são: Aloísio Santana (PSDC), o mais descarado e abusado de todos; Jamir Malini (PTN), Raul Cesar Nunes (PDT) e Doriedson Cardoso (PMDB).

Vamos às pérolas que suas excrescências municipais, oops excelências municipais, declararam em defesa do absurdo aumento e dos consequentes protestos dos cidadãos.

Aloísio Santana – “A sociedade critica, mas ela vende o seu voto. Eu não sei por que estão reclamando se eles mesmos não praticam aquilo que cobram”. Será que ele mede os outros pelas coisas que faz? Não seria crime de prevaricação, um agente político saber de um crime (compra e venda de votos) e não denunciar?

Jamir Malini – “Gasto todo esse dinheiro com a população, dando ajuda. Quase não sobra pra mim. É muita gente que vem pedir alguma coisa”. Isso não seria uma explicita declaração de compra de voto? Como será que ele vive se gasta quase tudo com os eleitores?

Raul César Nunes – “Nós somos exemplo. Mas não somos nós que vamos salvar o Brasil e salvar o mundo. Não tem que começar pelos pequenos”. Não seria o caso só de ajudar a salvar a Serra? Temos que começar por todos os lados, não seria isso?

Doriedson Cardoso – “O último aumento nosso foi em 2004. Não trabalhamos só dois dias por semana. Me dedico exclusivamente para o meu mandato”. Os professores, médicos e demais servidores públicos também se dedicam exclusivamente aos seus trabalhos, profissões (o que não é o caso de vereador, que é função temporária de representação pública e não profissão), não seria o caso de estabelecer na Serra um salário mínimo de R$ 9.208,33 (nove mil duzentos e oito reais e trinta e três centavos) para todos os servidores da cidade?

Fundamental que nas eleições desse ano esses cidadãos sejam repudiados pelo voto dos cidadãos. Além disso, o Ministério Público poderia estudar ações, ao menos, contra os senhores Aloísio Santana e Jamir Malini pelas declarações.


Responses

  1. Foi muito oportuno o seu comentário, porém é preciso divulgar os nomes dos demais vereadores que compactuam com esta pouca vergonha, em detrimento da ninharia que foi concedido aos demais funcionários públicos como aumento salarial. As eleições vem aí e precisamos estar de olho nesta corja de aproveitadores, para darmos a resposta na hora certa ou seja nas eleições próximas


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: