Publicado por: blogdamariazinha | 13/12/2011

A Câmara de Vitória não acha que deva fiscalizar as desapropriações de Coser

Agora o alvo do Ministério Público é a desapropriação da antiga Colônia de Pescadores, atual Pronto Atendimento da Praia do Suá. A Câmara Municipal, enquanto isso, prefere fazer de conta que nada está acontecendo.

Realmente não se poderia esperar muito de uma Câmara totalmente subserviente ao Poder Executivo Municipal, mas diante das evidências – mais que evidentes – reveladas pelo jornal A Gazeta, a quem se deve parabenizar pela retomada de um espírito de jornalismo investigativo, diga-se de passagem, é surpreendente que o Legislativo abra mão de suas prerrogativas fiscalizadoras.

Mais escandaloso, ainda, é o comportamento da Câmara Municipal, quando se sabe que entre os acusados de envolvimento no escândalo, que eles teriam a obrigação de fiscalizar e o interesse de esclarecer, estão um vereador, por sinal líder do prefeito na Casa, senhor Zezito Maio (PMDB), e um ex-vereador Toninho Loureiro.

Não bastasse isso, temos os valores sob suspeita, que já estão na casa do R$ 40 milhões, um valor que é superior as receitas totais de quarenta e cinco municípios capixabas de 2010, conforme pude conferir na Revista “Finanças dos Municípios Capixabas” (http://www.aequus.com.br/anuarios/capixabas_2011/), e muito mais que justificariam o interesse da Câmara Municipal em averiguar o caso.

Infelizmente o poder legislativo municipal trai o seu compromisso com os cidadãos e a sua obrigação constitucional.

Felizmente ao menos o Ministério Público está atento e investigando a situação, já tendo conseguido o bloqueio de bens do senhor prefeito e outros envolvidos e buscando novas medidas na justiça, com o senhor Coser e outras quatro pessoas, entre as quais os seus assessores Jader Guimarães e Sílvio Ramos, sendo acusados de improbidade administrativa.

Segundo o texto da ação protocolada pelo MP “os acusados atuaram de forma a causar um prejuízo de R$ 600 mil”. E esse é apenas um dos casos. O que mais virá? Vejamos as cenas dos próximos capítulos. Talvez, então, o Legislativo resolva exercer as suas funções e cumprir com suas obrigações, constitucionais, políticas e morais.

Um nota final: Quatro vereadores assinaram, até o momento, o pedido de instalação da CPI das Desapropriações. São eles: Neuzinha Oliveira (PSDB), Aloísio Varejão (PSDB), Fabrício Gandini (PPS) e Max da Mata (PSD), esses, portanto, estão de fora de qualquer crítica aqui tecida ao Poder Legislativo Municipal de Vitória.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: