Publicado por: blogdamariazinha | 11/11/2011

Brasília: uma cidade entristecida

Essa é a dupla que atualmente entristece a nossa capital federal: Agnelo Queiróz e Tadeu Filippelli. Já foram Roriz e Arruda, agora são os dois.

Realmente o Distrito Federal parece estar com uma “cabeça de burro” enterrada no Palácio do Buriti, sede do seu governo distrital. Desde 1998 tem sido governado, com pequenas exceções, por uma série de políticos inescrupulosos, corruptos e / ou incompetentes, não necessariamente nessa ordem.

A lista das “sumidades” é a seguinte: Joaquim Roriz (1988 – 1990; 1991 – 1995; 1999 – 2006), Wanderley Vallim da Silva (1990 – 1991), José Roberto Arruda (2007 – 2010), Rogério Rosso (2010) e, agora, Agnelo Queiroz (2011 – 2014).

Ao longo desses anos a cidade, vamos chamar assim, tem sofrido com sérias denúncias de corrupção, com grande desorganização financeira e administrativa e com a desestruturação de seu planejamento urbano. A qualidade de vida, assim, piora sensivelmente.

Roriz e Arruda, tristes exemplos da corrupção, que chega ao centro do poder em nosso país, são depois sucedidos por esse senhor Agnelo Queiróz, que era do PCdoB e foi para o PT e tem como vice o conhecidíssimo, não necessariamente pelo bem que faz, Tadeu Filippelli (PMDB), que já foi um histórico aliado de Roriz, diga-se, e que agora envolve-se em sérias denúncias de corrupção por onde passou, seja na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) ou no Ministério dos Esportes, onde antecedeu o senhor Orlando Silva, recém demitido, e, segundo corre, teria sido o responsável pela armação dos esquemas que Orlando ampliou e aperfeiçoou.

Agora o senhor Agnelo foi salvo pela subserviência da Câmara Distrital (lá a Assembleia Legislativa é assim denominada) que comandada pelo outrora combativo deputado distrital Cabo Patrício (PT-DF) arquivou todas as cinco representações feitas contra Agnelo.

Assim vemos a degradação em passos largos que sofre a vida política em nossa capital federal. Não por acaso a cidade e os seus cidadãos tem sido os mais ativos nas marchas anticorrupção que têm acontecido no país. Têm eles motivos de sobra pra isso: Agnelo, Jaqueline e Joaquim Roriz, Tadeu Filippelli e Arruda, são alguns exemplos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: