Publicado por: blogdamariazinha | 08/11/2011

A banalização da corrupção

Será o que que vai acontecer com essa única laranja boa? Ou alguém tira ela de lá ou acaba apodrecendo também. Como o governo Dilma, se não se combate o apodrecimento, logo todo o governo estará apodrecido. Acorda, Dilma.

O governo Dilma Rousseff, ao meu juízo, já deu o que tinha que dar. Parece mesmo que só tem a oferecer ao país podridão e mais podridão. A cada semana surge um escândalo, a cada mês um ministro é denunciado, a cada dois meses, na média, cai um ministro.

Realmente nesses meus longos oitenta anos de vida nunca vi coisa igual. A podridão do governo federal é chocante. A banalização da corrupção, que vem sendo intensamente promovida pelo governo, é, ao mesmo tempo, causa e consequência de um processo perverso de interesses políticos e pessoais espúrios na máquina pública federal, falta de controle, transparência e punição e de alienação dos cidadãos.

Por isso sentem os cidadãos, numa afirmação generalizante e incorreta, que todos os políticos são corruptos e iguais, que mais vale ganhar uma migalha individual do poder do que pensar no nosso presente e futuro como sociedade.

É preciso fazer algo, é preciso encontrar forças, é preciso repudiar – de todas as formas – a busca e manutenção do poder por quaisquer formas que sejam, é preciso unir os bons, é preciso cobrar o funcionamento das instituições de controle e punição, é preciso prender corruptos e corruptores, é preciso confiscar os bens que são fruto dos malfeitos, é preciso dar um basta. Não é possível aceitar que os fins justifiquem quaisquer meios, especialmente os que têm sido usados.

Ao aceitarmos esse estado de coisas que acontece nas estruturas políticas do país, estaremos deixando de lado os valores que são garantia de uma vida social sadia e, largando nas mãos dos criminosos a gestão pública.

A reação tem que vir. O que atualmente acontece em nosso país não é aceitável, não é normal. Se não colocarmos a “mão na massa” e, de modo intenso, buscarmos, dia após dia, a mudança da situação, em pouco tempo nos veremos numa situação insustentável. E então, a mudança – que sempre espero que ocorra, pois sou uma otimista, poderá demorar muito mais tempo e ser muito mais dolorosa.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: