Publicado por: blogdamariazinha | 13/09/2011

Ensino Médio no Brasil: faltam professores, vagas, escolas e qualidade e muito mais

Se não utilizarmos os indicadores que obtemos com exames como o ENEM para a execução de políticas públicas efetivas de nada adiantará. Os resultados desse último ENEM comprovam a precariedade de nosso ensino público no nível médio. Precisamos de ação.

A última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) demonstrou, mais uma vez, o quanto ainda estamos longe de um sistema público de educação em nosso ensino médio.

Como se diz brincando “é uma fartura só”. No caso do ensino médio falta praticamente tudo: professores, vagas, escolas e qualidade. Faltam ainda equipamento especiais nas escolas tais como bibliotecas, laboratórios, mapotecas, equipamentos audiovisuais, remuneração digna para professores, processos efetivos de capacitação (e não como se dizia pejorativamente na minha época os tais “cursinhos walita”) e muito mais.

O que mais nos falta no entanto é uma política pública para a educação. Por mais que estejamos, ainda, tateando sobre as novas formas que os professores devem usar para trabalhar o conhecimento no seu cotidiano de sala de aula, por mais que fatores extra-classe, como a desestruturação familiar e a violência, entre outros, nos coloquem problemas que também devamos enfrentar, se os quesitos anteriores que constituem aquilo que no meu entendimento – sem ser, nem querer ser, nem de longe, especialista sobre o tema – o que chamaria de infraestrutura educacional não estiverem minimamente equacionados, todas as outras questões se potencializam dramaticamente.

Enquanto não tivermos professores em sala (faltam professores principalmente para as disciplinas de química, biologia, matemática, física e espanhol), enquanto os professores estiverem submetidos a exaustivas triplas jornadas de trabalho, ainda pior muitas vezes se deslocando em cansativas jornadas de uma escola pra outra entre os turnos matutino, vespertino e noturno, enquanto os alunos não tiverem vagas em escolas, ou muitas vezes nem mesmo uma escola, todo o discurso em torno da importância da educação será apenas isso, um discurso. Vazio, diga-se.

Evidente que a grande responsabilidade pelo ensino médio é dos governos estaduais, mas falta ação e sensibilidade do governo federal para a questão. Desde o governo FHC (realmente não foi o governo Lula que inventou o Brasil) fomos construindo uma política para o ensino fundamental e, importante, esses processos de avaliação (que mesmo tendo eventuais problemas de conteúdo e forma, merecendo sempre serem analisados e melhorados) merecem continuar, o governo Lula-Dilma em nada avançou no que diz respeito ao ensino médio. Não nas questões substantivas, não no que interessa aos alunos, famílias e professores.

Por isso tudo, e muito mais, o ENEM apresenta esses terríveis resultados. Não adianta o senhor ministro-candidato Fernando Haddad querer tampar o sol com a peneira e dar entrevista com a típica linguagem dos burocratas da novilíngua governamental, citando grandes teorias e necessidade de estratificação dos dados, se elementos básicos para o funcionamento do sistema no seu dia a dia não forem resolvidos. Vai trabalhar ministro, vão trabalhar, governadores e secretários estaduais de educação.

Vamos acompanhar e participar pais e alunos, o futuro de nossa sociedade e da vida das pessoas, como todos sabemos, poderá melhorar, e muito, se dedicarmos um especial esforço à educação das nossas novas gerações, com certeza essa é a principal dívida social que temos.

Uma nota sobre o Espírito Santo: Vergonhosamente 92% das escolas públicas de nosso estado não alcançaram a nota média nas provas objetivas do ENEM. Só 20 das 276 escolas conseguiram ultrapassar a média nacional. Essa é com certeza mais uma “contribuição” – objetivamente mensurada – que nos foi legada pelos oito anos do “novo Espírito Santo” do senhor Hartung Gomes, que tanto gosta de construir prédios escolares “bonitinhos”, mas sem se preocupar com o que dentro deles se encontram, os seres humanos, alunos, funcionários e professores.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: