Publicado por: blogdamariazinha | 31/08/2011

Estado, presente? Hoje, mais uma vez, está ausente

Esse programa precisa passar de um slogan para uma efetiva realidade. Os capixabas ainda não sentem essa presença. O caso de Vila Dom João Batista, na região de Aribiri o comprova.

Surpreendente o poder que o tráfico de drogas ganha na Grande Vitória. Anteontem e ontem, ao menos, no bairro Vila Dom João Batista, na região de Aribiri, em Vila Velha, os traficantes deram ordem de fechamento do comércio, escola e tudo mais por causa do assassinato de um de seus comparsas. Isso, como foi noticiado na época, já havia acontecido em 2010.

Como há muitos e muitos anos nos falta uma política de segurança pública, somos crescentemente mantidos reféns da bandidagem organizada e desorganizada. Os casos de roubos, furtos, sequestros relâmpagos, homicídios e tantos outros, mantem os capixabas em permanente estado de alerta. A tensão é perceptível.

Infelizmente, diante do caos que esse governo herdou do período anterior, especialmente na segurança pública, e da incapacidade demonstrada até o momento para articular uma política de segurança pública que consiga nos tirar desse estado de anomia, que infelicita, especialmente, a vida dos cidadãos de nossos bairros de periferia, seguimos com a triste sensação e situação de insegurança.

O estado, se quer mesmo se fazer presente, deve, ao meu juízo, começar por conhecer a realidade de nossa região metropolitana, especialmente nos bairros mais carentes, e manter presença lá, seja com policiais, naquilo que se convencionou chamar de polícia comunitária, seja com serviços de saneamento, saúde, educação, cultura e lazer, entre outras coisas.

Além disso, urge operar um grande trabalho de inteligência, combinado com efetiva repressão, das regiões onde o tráfico de drogas e outros criminosos, operam, e, como demonstra mais uma vez o caso de Vila Dom João Batista, praticamente dominam.

O temor, talvez seja, diante da nossa incapacidade de controlar a criminalidade, de que esses bandidos, então, se desloquem para outros tipos de crimes e coloquem a vida dos capixabas ainda mais em risco.

Como sair desse dilema é algo que cumpre ao governo apontar os caminhos, por meio de políticas públicas claras e efetivas, para então, mobilizar o apoio da sociedade.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: