Publicado por: blogdamariazinha | 26/08/2011

Agora é Marco Maia, deputado federal do PT e presidente da Câmara dos Deputados

Esse é o senhor Marco Maia, presidente da Câmara dos Deputados e do PT, além de mentir, gosta de viajar de helicóptero e de avião gratuitamente.

Realmente parecem não ter fim os escândalos desse pessoal do Partido dos Trabalhadores (PT) e seus aliados do Partido da República (PR), Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e outros menores.

O último da série dos escândalos – ao que parece criados em cativeiro, tamanha a sua quantidade – é o do senhor Marco Maia, deputado federal pelo PT do Rio Grande do Sul e atual presidente da Câmara dos Deputados.

O senhor Marco Maia não sabe, como José e Roseana Sarney e os ministros das Comunicações, senhor Paulo Bernardo (PT-PR) e a da Casa Civil, senhora Gleisi Hoffman (PT-PR), o que é conflito de interesses.

Além disso, fato bastante grave, o senhor Marco Maia mentiu para o jornal Estado de S. Paulo. Deveria, de imediato, ser afastado do cargo e, ainda, abrir processo contra ele na Corregedoria da Casa por quebra de decoro parlamentar. No entanto, nesses tempos lulo-dilmista-petistas, é difícil que isso aconteça. Ao que parece mentir, também, entre outras coisas, se tornou normal nesse “República de Faz de Conta” que essa gente está construindo.

Vamos ao caso do senhor Marco Maia.

Segundo denúncia do jornal Estado de S. Paulo, no sábado passado o senhor Marco Maia utilizou um helicóptero – deve ser por inveja do Sarney – e um avião da empresa Uniair, empresa de transporte aéreo da Unimed do Rio Grande do Sul, para fazer viagens de cunho partidário nas suas bases eleitorais de Erechim e Gramado.

Aí já estava presente o conflito de interesses. Como utilizar meios de transporte aéreos de uma empresa que eventualmente pode ter seus assuntos de interesses envolvidos em legislação a ser votada pelo Congresso Nacional e que pode, até, ser objeto de fiscalização pelos poderes constituídos?

Mas tinha mais, a história não acabou com isso.

Procurado pelo jornal, no dia de ontem, o senhor Marco Maia admitiu que o voo não foi pago, afirmando que faria isso graças ao bom salário que recebe. Não satisfeito afirmou que foi a única vez que isso aconteceu. Pimba!!! Estava, então, caracterizada a mentira. Como assim, perguntarão vocês que leem esse post.

Como foi demonstrado pelo jornal logo na sequência o senhor Marco Maia já havia feito, no dia 4 de junho desse ano, uma viagem de Brasília para Goiânia, onde parou para assistir ao jogo Brasil e Holanda, e de lá para Porto Alegre em um voo da Ícaro Táxi Aéreo, que também não foi pago.

Resposta da assessoria de informação do presidente da Câmara: “Foi um voo privado dele como cidadão”. Como assim senhor Marco Maia? Para que cidadão desse país a Ícaro Táxi Aéreo irá dar graciosamente um voo de Brasília a Porto Alegre, com escala em Goiânia? Pra ninguém senhor Maia, apenas para aqueles que têm poder de influenciar decisões, como é o seu caso.

Mentiu, mentiu, mentiu. Por isso deveria sofrer uma punição severa.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: