Publicado por: blogdamariazinha | 08/08/2011

Absurda agressão ao jornalista Rodrigo Rangel

A agressão que sofreu o jornalista Rodrigo Rangel não pode ficar impune. Toda a solidariedade a esse brilhante e comprometido jornalista capixaba.

Li, ontem, horrorizada na Carta ao Leitor da Revista Veja dessa semana, a informação da agressão que o jornalista capixaba Rodrigo Rangel, editor de política da Revista em Brasília, sofreu do senhor Júlio Fróes, lobista envolvido em escusas atividades no Ministério da Agricultura, segundo denúncias da própria Veja.

Conheço Rodrigo Rangel desde pequeno, desde menino. Sempre que ia na casa de minha irmã Tetê em Santa Cruz, município de Aracruz, passava por lá aquele, primeiro adolescente, depois jovem, que era colega de brincadeiras de meu neto André e de Daniel, filho de Lina, mas que tinha – na verdade tem – em Tetê uma segunda mãe.

Todos apreciávamos aquele jovem que apesar de brincalhão sempre se destacava pela dedicação e pela postura séria e responsável.

Rodrigo estudou na escola estadual de Santa Cruz e de lá partiu para conquistar Vitória e, depois, o Brasil.

Ainda cheguei a trabalhar profissionalmente com o jovem jornalista Rodrigo Rangel, sempre atento, cortês, mas muito, muitíssimo, bem informado.

De Vitória, onde trabalhou na Rádio CBN, partiu para o Brasil e trabalho em inúmeros veículos, ganhando diversos prêmios nacionais. Dedicação e competência, com certeza, rendem frutos. Rodrigo é a prova.

Agora está na Revista Veja e sofre essa bárbara agressão. De modo algum um episódio como esse pode passar “em brancas nuvens”. Espera-se que o delegado responsável pelo inquérito, visto que a Revista Veja já fez a denúncia e o jornalista, inclusive passou por exame de corpo delito, o conclua da forma mais célere possível e, de imediato, o encaminhe para o Ministério Público e a Justiça.

O senhor Júlio Fróes deve ser punido. Tem que ser punido. Impunidade nem pensar.

Ao Rodrigo e a todos os seus familiares a mais completa e irrestrita solidariedade.

Os jornalistas e os jornais capixabas e brasileiros não podem ficar silentes nesse aspecto. É de todo necessário que os sindicatos, patronais e de jornalistas, se manifestem sobre a questão. Tudo que o perpetrador do ato vil quer nesse momento é que o caso caia no esquecimento, isso não pode acontecer.


Responses

  1. no caso da agressão, tem um comentário no site http://jornalsportnews.blogspot.com/2011/08/reporter-da-veja-agredido-em-brasilia.html,
    pelo jornalista FROES:
    “Rodrigo Rangel apanhou pq tentou induzir respostas de um jornalista, beiruteiro, 30 anos mais velho do q ele… roçando-lhe as pernas e envolvendo questoes pessoais num caso q deveria permenecer restrito a pauta… vi da mesa em frente, de camarote.”
    Será que essa notícia procede?

    • Prezado Adílson,
      Não consigo, de modo algum, conhecendo a integridade profissional de Rodrigo Rangel, acreditar numa insidiosa afirmação como essa. para mim, só pode ser falsa ou de alguém “plantado” no restaurante pelo senhor Júlio Fróes, sobre o qual, por sinal, aparecem cada vez mais informações desabanadoras. tendo sido ele, inclusive, já preso por tráfico de drogas, conforme nota na Coluna de Cláudio Humberto de hoje.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: