Publicado por: blogdamariazinha | 05/07/2011

Capitalismo dos Amigos

Primeiro Lula, agora, Dilma, querem construir um capitalismo de amigos no Brasil.

O Partido dos Trabalhadores (PT), ao longo das administrações de Lula da Silva e, seguindo, na de Dilma Rousseff, está dando prosseguimento ao processo de privatização do Estado brasileiro não só pelo aparelhamento, com, por exemplo, a criação de milhares de cargos comissionados para a companheirada, não só pela corrupção não combatida e, até mesmo, tolerada e permitida, mas também, como me chamava a atenção do presidente nacional do PPS e deputado federal por São Paulo, Roberto Freire, pelas parcerias com os capitalistas amigos do rei e, agora, da rainha.

Para isso tem usado além das instituições clássicas de financiamento, como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco do Brasil (BB) e a Caixa Econômica Federal (CEF), entre outros, e os fundos de pensão. Esse, processo, diga-se, repete-se, muitas vezes em inúmeros estados da Federação. Como diria o aquele conhecido personagem de Agildo Ribeiro no programa Zorra Total: “aprendem rápido os maganões”.

Esse é o caso concreto do empresário Abílio Diniz e sua negociata com o grupo Carrefour. Capitalismo dos Amigos é assim, quem tem contatos leva alguns bilhões do dinheiro da viúva, mesmo que isso não sirva pra nada. Não sirva para garantir empregos, para melhorar a competitividade da economia, para baratear os preços para os consumidores, nem nada do gênero.

Esse tipo de capitalismo, serve apenas e tão somente – além de garantir que não existam riscos para os amigos do rei e da rainha – para garantir fontes de financiamento para os processos eleitorais futuros, para dominar – por vias transversas o aparelho de estado, para impedir os cidadãos de por meio de processos eletivos de alterarem políticas públicas, pois esse tipo de ação evidentemente enfraquece a capacidade de ação, fiscalização e planejamento do poder estatal, para garantir empregos e consultorias quando alguns saem do serviço público e coisas do gênero.

Avança célere a Reprivada Federativa do Brasil, de Lula da Silva e Dilma Rousseff. A ação dos poderes legislativo e judiciário, do Ministério Público, da imprensa e dos cidadãos, além, claro, dos partidos de oposição, é fundamental para barrar esse processo.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: