Publicado por: blogdamariazinha | 21/06/2011

Um discípulo assumido de Sarney, muitos são praticantes velados do sarneysismo

Pink e o cérebro, no desenho em que são as estrelas, querem dominar o mundo, Sarney bem mais modesto já domina o Maranhão e o Amapá e parece que também o Brasil. O sarneysismo dá frutos e, agora, tem até discípulo declarado no Espírito Santo, além dos praticantes velados.

O sarneysismo, que também poderia ser chamado de malufismo, de renanzismo, jucázismo, ou tantos outros ismos que nos infelicitam a nação, é “a arte de se apropriar dos bens públicos para fins privados fazendo cara de paisagem e pose de bom moço, falando suave e negando todas as evidências, prejudicando imensamente a os cidadãos e a sociedade a qual jura servir, dificultando o desenvolvimento econômico em prol, também, do benefício familiar e, um pouco, do seu bando de asseclas subservientes”.

Aí, penso eu, está uma boa definição para o sarneysismo a ser inserida em um dicionário brasileiros das práticas nada recomendáveis na administração pública brasileira.

Dada a renitência e a persistência do fenômeno sarneysista ele conseguiu, ao longo do tempo, afinal já anda sugando os poderes públicos há quase sessenta anos, uma série de seguidores, como uma “Seita dos Usurpadores dos Recursos Públicos”.

Fiquei, no entanto, abismada, chocada, com a cara de pau do senhor vereador de Alegre, Romar Azevedo Mendes, de se definir, de público, como um discípulo de Sarney. Um sarneysista, portanto.

Fosse eu cidadã de Alegre estaria desde já imensamente alerta com as ações que esse vereador promove naquela Casa e em suas relações com a prefeitura. Se ele for da base de apoio do prefeito mais preocupada, ainda, ficaria. A capacidade dos sarneysistas de inventarem modos de operarem os poderes públicos para seu proveito pessoal e familiar é quase insuperável.

Mais preocupada, no entanto, fico com os inúmeros sarneysistas, discípulos ou não do fundador da Seita dos Usurpadores de Recursos Públicos, que existem pelo Espírito Santo. As características são sempre muito similares e, muitos deles, são muito bem identificáveis. Acorda Ministério Público, os recursos públicos estão sendo sugados por aí, sem dó nem piedade, por esses idólatras do dinheiro fácil e dos bens públicos à disposição.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: