Publicado por: blogdamariazinha | 26/05/2011

O novo fórum de Vila Velha: mais um caso da velha Justiça capixaba

Essa é obra que está causando mais uma dor de cabeça ao TJ-ES e preocupando os capixabas por ser um evidente sinal da dificuldade de se operar mudanças naquele poder.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em mais uma de suas importantes e positivas decisões, determinou uma ampla auditoria nas obras, quase concluídas, do novo fórum de Vila Velha.

A obra foi começa no ano de 2007 e, segundo o cronograma da época, deveria ter ficado pronta em 2009. Estamos em 2011 e ainda não chegou ao fim, deve estar chegando esse ano. Se comparada com as obras do governo Lula até que o atraso é pequeno, rsrsrs.

Voltemos ao que é serio, importante e preocupante.

O relator do processo no CNJ, que analisa as irregularidades da obra, conselheiro Jefferson Kravchychyn, fez uma série de questionamentos que devem ser respondidos com a análise que será feita a partir dos documentos a serem enviados pelo Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJ-ES).

Acho isso muito positivo e importante. Vemos que aos poucos esse poder, Judiciário, que se achava inexpugnável, se torna objeto de controle por parte de organismos superiores e de acompanhamento pela sociedade. Ainda pouco, é verdade, mas bem mais que até alguns anos atrás. Avançamos.

Avançamos, no entanto, menos do que poderíamos e do que deveria esse órgãos: o TJ-ES. Será que os senhores desembargadores não perceberam que não é mais possível “empurrar as coisas com a barriga” ou “empurrar a sujeira para baixo do tapete”? Será que deverão sempre serem instados a reverem medidas e procedimentos, nunca tomando a dianteira de esclarecerem dúvidas e suspeitas?

Se, como dizem muitos, são realmente sérios em desfazer a imagem negativa que paira sobre o Judiciário capixaba desde aquele fatídico, para eles, e muito bom, para o Espírito Santo, 9 de dezembro de 2008, não deveriam esperar sempre que o CNJ tomasse medidas e determinasse ações. Deveriam, isso sim, tomarem a dianteira. Parece, como diz o ditado, que o uso do cachimbo faz a boca torta e que os velhos hábitos de falta de transparência e controle ainda não abandonaram a Justiça capixaba. O que será preciso para isso acontecer?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: