Publicado por: blogdamariazinha | 09/05/2011

Mais uma realização, só agora divulgada, do governo Hartung Gomes?

O atual diretor do Detran-ES declara que a corrupção no órgão que dirige a poucos meses é sistema. Será essa mais uma realização do novo Espírito Santo do senhor Hartung Gomes que ficou encoberta?

Na edição de sábado do jornal A Gazeta o atual diretor do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES), João Felício Scárdua (foto acima, retirada do Gazeta Online), afirma que “a corrupção é sistêmica dentro do Detran e dos CFCs”.

O senhor Scárdua afirma, ainda, que viveu um “inferno na torre”, quando se refere aos seus primeiros meses no comando do órgão.

Ele deve saber o que está falando. Conhece, como poucos, pela longa experiência em cargos públicos, a máquina estadual.

Aí eu me pego pensando o seguinte: como, em tão pouco tempo, o senhor Scárdua consegue descobrir e começar a desmontar um esquema sistêmico de corrupção no Detran-ES e os diretores que vieram antes não conseguiram fazer nem uma coisa, quanto mais a outra? Esses diretores, diga-se claramente, foram nomeados pelo senhor Hartung Gomes e suas ações ou inações, são dele responsabilidade.

Realmente é escandaloso que se considere que o senhor Hartung Gomes tenha governado esse estado por oito longos anos e não tenha tido a capacidade para descobrir esse esquema sistêmico?

Alguém logo dirá: Mas ele, Hartung Gomes, não era diretor do Detran-ES. Tem responsabilidade política, respondo eu. Tem responsabilidade, pois não é um caso, ou dois, individual de corrupção, mas, segundo palavras do senhor Scárdua, algo sistêmico.

Aos poucos, e mais rapidamente até do que eu imaginava, a farsa hartunguiana vai se dissolvendo. Em homenagem ao passado, supostamente, marxista de Hartung Gomes poderíamos dizer que “tudo que é sólido desmancha no ar”.

Abalroados pelas evidências, os capixabas vão descobrindo que o “Novo Espírito Santo”, qual tigre de papel, dissolve-se das farsas propagandísticas que o estado teve que suportar durante o mandarinato hartunguista.

É uma saúde caótica, um sistema de segurança pública inexistente, uma educação de aparências e um Detran com sistêmica corrupção.

O que mais virá? Muita calma nessa hora. As cenas dos próximos capítulos devem nos mostrar que no fundo aquele que quis se construir como mocinho, não passava de um reles vilão de quinta categoria.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: